31/12/2018

DIRETOR – EDIÇÃO 07 – 2018-2019

O papel do ex-governador distrital

 

Não é crível que um distrito perca todo o conhecimento que um governador amealhou durante seu ano de mandato. No entanto, é exatamente isso que vem ocorrendo em alguns deles.

Governadores têm suas características particulares, porém junto ao Colégio de Governadores formam um cabedal de conhecimento que pode, sim, assessorar o governador atual. A união de todos formará uma grandiosa fonte de experiências que auxiliará os clubes e o distrito.

Entretanto, o que muitas vezes vejo é exatamente o contrário. Parte dos governadores falando uma coisa e a outra dizendo o oposto. Precisamos aparar as arestas e colocar na mesma mesa o que todos pensam para assim criar um consenso, sem vaidades.

Após retornar da Assembleia Internacional, o governador eleito deve solicitar uma reunião com os ex-governadores para relatar seu aprendizado e sua visão para o ano que está à sua frente. Nesse mesmo encontro, ele irá expor o plano de trabalho e pedir opiniões, para que possa aprimorá-lo e, quem sabe, torná-lo mais eficaz.

Ato contínuo, deve abrir uma discussão sobre o futuro do distrito com a seguinte pergunta: “Qual a visão que cada um aqui presente tem do nosso distrito cinco anos à frente?”. Depois que todos tiverem se manifestado, e que suas visões tenham sido devidamente anotadas, começa o debate.

Dentro dessa conversa, analiso que temos quatro pontos principais:

  • Como melhor servir nossas comunidades?
  • Como aumentar nossas forças de ação?
  • Como aumentar nossa visibilidade nas comunidades?
  • Como utilizar a Fundação Rotária com foco local e global?

Formando equipes com os ex-governadores que melhor se adaptam a cada uma dessas áreas, o governador deve então solicitar que, dentro de um prazo razoável, sejam apresentados planejamentos estratégicos para cada uma delas.

Uma semana antes da Assembleia Distrital deve haver um encontro para que os planejamentos estratégicos sejam debatidos e aprovados por todos os integrantes do Colégio. E então, na Assembleia Distrital, as decisões serão divulgadas para todos os associados, que também poderão enviar sugestões. É importante dizer que tanto o governador indicado como o eleito precisam participar, pois isso contribuirá para a continuidade do trabalho.

Aos distritos que já têm esse planejamento, parabéns! No entanto não deixem todos os anos de verificar se é necessária alguma modificação para melhor adequá-lo à realidade do momento.

Vamos trabalhar melhor. Vamos atender melhor nossas comunidades, de forma local e também global.

Feliz 2019 a todos com muita inspiração para fazer desse o melhor ano de nossa vida e também daqueles que precisam de nós.

Paulo Augusto Zanardi

Diretor do Rotary International

Gestão 2017-2019 | Zonas 22 e 23

Rotary Club de Curitiba-Cidade Industrial | Paraná – Brasil

Compartilhe:

Sobre Revista Rotary 4420

Revista Rotary 4420

  • Email

Enviar comentário

*