21/01/2019

DIRETOR – EDIÇÃO 08 – 2018-2019

Promovendo a paz em nossas comunidades

 

Em outubro de 2014, o Conselho Diretor do Rotary achou adequado reorganizar o calendário da nossa organização, proporcionando aos clubes e distritos um novo cronograma, de acordo com as áreas de enfoque que são prioridades do Rotary.

Dessa forma, designou-se fevereiro como o mês dedicado à área de enfoque Paz e Prevenção/Resolução de Conflitos. Trata-se de uma boa ocasião para relembrarmos a primeira reunião do Rotary, realizada em 23 de fevereiro de 1905, bem como uma grande oportunidade para todos os clubes pelo mundo planejarem e promoverem a contínua busca do Rotary pela boa vontade, paz e compreensão entre as pessoas.

Os Centros Rotary pela Paz são um passo definitivo nesse sentido. Todos os anos, o Rotary seleciona até 100 profissionais de todo o mundo para receberem bolsas de estudo em um desses nossos centros. Estes desenvolvem líderes que se tornam catalisadores da paz, prevenção e resolução de conflitos por meio de treinamento acadêmico, prática e oportunidades de trabalho em rede global.

Em pouco mais de uma década, os Centros Rotary treinaram mais de 1.000 bolsistas para carreiras de construção da paz. Muitos deles estão servindo como líderes em organizações internacionais ou começaram suas próprias fundações.

Também o nosso Programa de Intercâmbio de Jovens promove a boa vontade internacional e a compreensão cultural, possibilitando que, anualmente, 8.500 estudantes do ensino médio morem e estudem no exterior, em 115 países.

Sabemos que as pessoas têm características diferentes, seja em termos comportamentais, seja em valores e ideias, e por isso é fundamental que se crie uma cultura de respeito, tanto nos espaços mais amplos da sociedade quanto no dia a dia das relações interpessoais. A compreensão deve ser entendida como um fator fundamental para a manutenção da paz mundial e o respeito aos direitos do próximo.

A divergência é uma prerrogativa de todos, porém é importante que seja mantida uma harmonia no grupo em que se vive. Só assim atingiremos um bom nível de convivência, sempre pensando nas necessidades do outro.

Percebo que poucos clubes trabalham com essa área de enfoque. Precisamos atuar com maior rigor, haja vista a criminalidade batendo recordes no nosso país. Que neste mês o Conselho Diretor de cada clube faça um planejamento para melhorar a sua comunidade a fim de que possamos viver em maior harmonia.

Que possamos ajudar mais quem mais precisa. Aquele que, talvez, por não ter como obter recursos por falta de emprego, ingressa na criminalidade.

O Rotary desenvolve grandes projetos de forma global, daí ser importante doarmos para a Fundação Rotária. Devemos, no entanto, estar mais atentos para também atuarmos de uma forma local. Também na área da paz podemos continuar sendo a inspiração para nossas comunidades.

Paulo Augusto Zanardi

Diretor do Rotary International

Gestão 2017-2019 | Zonas 22 e 23

Rotary Club de Curitiba-Cidade Industrial | Paraná – Brasil

Compartilhe:

Sobre Revista Rotary 4420

Revista Rotary 4420

  • Email

Enviar comentário

*