28/06/2019

Subsídio Global do Rotary Club de Santos-Boqueirão inaugura Núcleo de Paz em escola pública municipal

Como área de enfoque do Rotary International, núcleo foi instalado na UME Avelino da Paz Vieira com o objetivo de disseminar a paz e tratar dos conflitos por meio da Justiça Restaurativa

Da Redação Revista Rotary 4420.
Fotos: Divulgação | Rotary Distrito 4420.

Paz e Resolução de Conflitos fazem parte das áreas mundiais de enfoque do Rotary International. A inauguração do Núcleo de Educação para a Paz Nanci Inês da Costa Loureiro, projeto de Subsídio Global do Rotary Club de Santos-Boqueirão, na cidade de Santos/SP, se coloca como um dos pioneiros neste processo. Agora, os 358 alunos do 6º ao 9º ano da escola municipal Avelino da Paz Vieira, no bairro da Vila Nova, ganharam um novo espaço pacificador na tarde desta sexta-feira (28). No local foi inaugurado o primeiro Núcleo da Paz, do Programa Justiça Restaurativa, em parceria com um clube de Rotary, que fez a doação financeira e o desenvolvimento estratégico para que o projeto fosse realizado.

Em breve, as unidades Antônio Demóstenes Brito e Edmea Ladevig também serão beneficiadas. O evento reuniu diversas autoridades e lideranças rotárias. A sala entregue à escola é climatizada e conta com 15 tablets, um computador, televisão, 15 cadeiras, armário, mesa, objetos de fala utilizados nos círculos e jogos educativos. O projeto foi elaborado pelo arquiteto Alessandro Lopes. “Este será um espaço de referência dentro da escola para realizar os círculos de construção de paz, desenvolvendo a escuta atenta, a empatia, a amizade, o respeito e a tolerância, entre outros valores. Um lugar para ouvir as necessidades dos alunos e entender suas angústias e situações de conflito”, explicou a coordenadora operacional do Programa Justiça Restaurativa, na Seduc (Secretaria de Educação), Liliane Claro de Rezende.

Segundo a presidente do Rotary Club de Santos-Boqueirão, Maria da Graça Aulicino, a instituição tem foco em seis segmentos e um deles é Paz e Resolução de Conflitos. “Conhecemos as ações da Seduc dentro do Programa Justiça Restaurativa, por isso oferecemos a oportunidade de ampliar os Núcleos de Paz nas escolas santistas. Estamos empenhados em contribuir para disseminar a paz”. O Governador do Distrito 4420 do Rotary International, Carlos Torci, destacou a grande preocupação dos rotarianos em fazer um mundo melhor. “Reunimos esforços para realizar projetos de grande impacto à sociedade. Este Núcleo de Paz é pioneiro nesse sentido. Que ele seja um exemplo inspirador a todos”.

Para a diretora da escola Avelino da Paz Vieira, Márcia Miguel, é uma honra receber o núcleo na unidade. “Será mais um local para promover ações que contribuam para melhorar a vida de nossos estudantes. Acredito que a educação é um meio para transformar o mundo de cada um em um lugar de paz, no qual os sonhos são possíveis”. A secretária de educação, Cristina Barletta, agradeceu as parcerias. “O desafio da educação é criar ambientes prazerosos, pacíficos, igualitários e que auxiliem os nossos alunos na construção de seu projeto de vida. Muito bom ver tantos trabalhando e pensando no futuro destes jovens. Juntos com certeza somos mais fortes”.

 

 

Reunimos esforços para realizar projetos de grande impacto à sociedade. Este Núcleo de Paz é pioneiro nesse sentido. Que ele seja um exemplo inspirador a todos nós.

– Carlos Torci –

 

Homenagem

A cerimônia ainda contou com a apresentação da música ‘A Paz’, do Roupa Nova, cantada por alunas do 9º ano A. O espaço recebeu o nome de Nanci Inês da Costa Loureiro, nascida em Santos 1952. Em 1984 ingressou, junto ao marido, Claudio Loureiro, no Rotary Club de Santos-Praia, e na Asfar de Santos (Associação de Famílias de Rotarianos de Santos). Foi uma das fundadoras do Rotary Club de Santos-Boqueirão, em 2007, onde exerceu diversos cargos. Durante sua trajetória, buscou dedicar-se ao máximo aos projetos do Rotary, pois acreditava e difundia o propósito: ‘Dar de Si, sem pensar em Si’. Ela faleceu em 2016, deixando valiosos exemplos e um grande legado humanitário.

Justiça Restaurativa

O programa, política pública pela lei 3.371/2017, está presente nas 83 escolas municipais e apenas no primeiro semestre deste ano já foram realizados 218 círculos restaurativos. “Desde o início dos nossos trabalhos em 2014 vemos uma mudança na cultura punitiva, um olhar diferenciado da equipe gestora e dos professores para os alunos, reflexos da empatia. Tudo começa com os adultos e isso reverbera até atingir os estudantes”, disse Liliane Claro de Rezende.

 

 

Conhecemos as ações da Seduc dentro do Programa Justiça Restaurativa, por isso oferecemos a oportunidade de ampliar os Núcleos de Paz nas escolas santistas.

– Maria da Graça Aulicino –

 

Fonte: Prefeitura de Santos.

  • 1/60
  • 2/60
  • 3/60
  • 4/60
  • 5/60
  • 6/60
  • 7/60
  • 8/60
  • 9/60
  • 10/60
  • 11/60
  • 12/60
  • 13/60
  • 14/60
  • 15/60
  • 16/60
  • 17/60
  • 18/60
  • 19/60
  • 20/60
  • 21/60
  • 22/60
  • 23/60
  • 24/60
  • 25/60
  • 26/60
  • 27/60
  • 28/60
  • 29/60
  • 30/60
  • 31/60
  • 32/60
  • 33/60
  • 34/60
  • 35/60
  • 36/60
  • 37/60
  • 38/60
  • 39/60
  • 40/60
  • 41/60
  • 42/60
  • 43/60
  • 44/60
  • 45/60
  • 46/60
  • 47/60
  • 48/60
  • 49/60
  • 50/60
  • 51/60
  • 52/60
  • 53/60
  • 54/60
  • 55/60
  • 56/60
  • 57/60
  • 58/60
  • 59/60
  • 60/60
Compartilhe:

Sobre Revista Rotary 4420

Revista Rotary 4420

  • Email

Enviar comentário

*